• Pomagri Frutas Ltda
    Rod. SC 456, Km 36
    89.580-000 - Fraiburgo - SC
    www.pomagri.com.br

  • Anúncios

União para vender melhor – O caminho para os produtores atingirem melhor rentabilidade

Artigo publicado no jornal Agrocaxias.

Um dado da Associação Brasileira dos Produtores de Maçã (ABPM) é o retrato da atual situação da produção nacional dessa fruta: o país é o quarto melhor produtor mundial da porteira para dentro e estamos somente no vigésimo terceiro lugar quando o assunto é comercialização, tendo como base o acesso ao dinheiro, a relação de poder dos produtores e o preço médio de venda da fruta. Essa informação publicada no mês de Julho pela BELROSE, USA comprova que do lado de dentro da porteira, na utilização de técnicas de produção, o agricultor é muito eficiente, mas fora da propriedade, na hora de vender a safra, ainda temos um longo caminho pela frente.

– A comercialização é feita de forma desorganizada: são muitos vendedores e poucos compradores. Há uma inconsistência em relação a oferta diária e nos preços – têm todos os tipos de preços. Ninguém se fala, todo mundo escuta a opinão do comprador e acaba fazendo o que acho melhor para ele – critica o presidente da ABPM, Pierre Nicolas Pérès.

O primeiro desafio do setor é organizar a comercialização – a produção brasileira é de aproximadamente 1,132 milhão de toneladas (51% em SC, 44% no RS e 5% no Paraná) e a Associação considera esse volume adequado ao consumo existente hoje no Brasil. Então onde está o gargalo? É que atualmente o poder está nas mãos dos compradores, devido a oferta que é muito grande na safra e a desorganização comercial dos produtores.

– O produtor precisa se unir em grandes consórcios ou cooperativas para comercializar a produção, com isso, o poder de venda volta ao agricultor – orienta Pérès.

O presidente da ABPM cita como referência a Itália onde os produtores criaram primeiro, as cooperativas locais, depois se uniram em cooperativas regionais e essas por sua vez se uniram em uma cooperativa central. Seria como se os produtores de Caxias do Sul pertencessem a uma cooperativa ligada a outra da Serra Gaúcha e que fosse integrante de uma cooperativa do Rio Grande do Sul. No exemplo italiano, essa cooperativa produz 1 milhão de toneladas e as três principais cooperativas do país montaram um escritório que faz o faturamento da venda que representa 50% da produção italiana de maçã.

– Foi a forma que eles encontraram para poder enfrentar as forças de mercado  e competir com os concorrentes globais – destaca.

E essa parece ser a alternativa para o produtor brasileiro impor seus preços, voltar a ter poder de barganha e não se tornar refém do comprador.  Mesmo porque o cenário é preocupante: apenas 3 grandes redes de Supermercados (Carrefour, Walmart e Pão de Açúcar)  detém 44% do mercado nacional.

– Se continuar assim é dar um tiro no pé. Muitos desistirão, outros trocarão de cultura ou ficarão atolados em dívidas – alerta o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Maçã.

– Mexeu no ponto fraco dos pomicultores, pela falta de união e profissionalismo comercial – reconhece Maicon Felipe Zanette de Vila Oliva, ao assistir a palestra do presidente da ABPM durante Seminário promovido pela Agrocaxias.

Cotação em alta

A boa notícia é que a tendência é de elevação nos preços neste segundo semestre. A estimativa é com base nos estoques que estão menores, cerca de 350 mil toneladas. É preciso saber se esse aumento será suficiente para compensar as perdas dos primeiros seis meses do ano, período que ficou 35% abaixo dos preços praticados na mesma época de 2009 – quando já ficamos no limite dos custos de produção.

– O produtor trabalhou o primeiro semestre de 2010 com 35% abaixo dos custos. Agora vai depender também da força do produtor de querer realmente subir os preços para recuperar esse prejuízo – reitera.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: